Oops, an error
Loading. Please wait.

O Sangue Da Cidade ukulele

15 views 1 this week
no commentswrite comment
1 2 3 4 5
3 more votes to show rating
add to favorites
×
Save as Personal and add changes to this tab that will be seen only by you. Learn more ›
×
You can save this tab as Personal to edit and correct it or add notes. All changes will be seen only by you. Learn more »
launch autoscroll
font size
0
reset
transpose
0
reset
display chords
guitar tuner
edit
Autoscroll
slow
fast
+/-
esc
set tempo
stop
Strumming
There is no strumming pattern for this song yet. and get +5 IQ
Xutos e Pontapes 
O Sangue da Cidade
Chords By SuGa


G#m                               E 
Algumas considerações sobre a capital 
G#m                    E 
Que já foi do Império, hoje é de Portugal 
G#m                                E 
Como todas as outras, tem monumentos 
                                     G#m            E 
Pedras a quem alguém deu uma certa forma, um certo olhar 
               G#m 
Tomemos uma do chão, perdida 
                          E 
Podemos considera-la domesticada 
                     G#m 
Essa pedra ontem foi livre 
             E 
Hoje é da calçada 

     G#m 
As pessoas, as pessoas são o sangue da cidade 
E 
Sem elas no centro, o centro morre 
           G#m 
O centro é caro, o centro é caro 
              E 
O centro é bastante caro, 
             G#m 
Mas parece seguro, 
                           E 
Bom, já nada é seguro hoje em dia 

           G#m 
As pessoas, As pessoas circulam como o sangue 
           E 
As pessoas são quentes como o sangue 
                G#m 
As pessoas transportam coisas como o sangue 
             E 
As pessoas defendem a cidade  
G#m          E 
Com o seu próprio sangue 

C#m                               D# 
Derramo o olhar pelos turistas perdidos 
         C#m                   D# 
Acho que podes considerar, que eu sou de cá 
           E       G#m       E         G#m 
Mas eu não sou daqui, Eu não sou daqui 
           E    G#m             F#  E G#m 
Eu não sou daqui, Eu não sou de cá 

G#m 
Dos dias da semana eu escolho o Domingo 
E                                            G#m 
É um dia morto cheio de luz e de parva felicidade 
Aquela que vem do cansaço 
E 
Entre os estádios meios com gente de fora  
            G#m 
Chegados em auto bus coloridos 
               E 
E a modorra da baixa, eu escolho o centro 
              G#m 
Podes-me imaginar aí no centro da cidade  
             E 
Talvez na avenida da minha liberdade 

C#m                                D# 
Percorro o olhar pelos turistas perdidos 
         C#m 
Acho que podes considerar 
    D# 
Que eu sou de cá 
           E       G#m       E         G#m 
Mas eu não sou daqui, Eu não sou daqui 
           E   G#m              F#  E G#m 
Eu não sou daqui, Eu não sou de cá 

            
            
Suggest correction
Creating personal tab
Creating personal tab
You can edit any tab online and save it as your Personal.

You can edit, replace or remove any tab part or add personal notes – all changes will be seen only by you.

Personal tabs can be accessed anytime from any device, even offline.
Learn more »
Give kudos to tab author, rate the tab!
1 2 3 4 5
comments
print report bad tab
guest
Wanna post a correction for this tab? Suggest correction